Mesmo antes da demissão de Dunga, confirmada neste domingo (4), as especulações apontam os favoritos para assumir o comando da Seleção Brasileira. Um dos citados é Mano Menezes, técnico do Corinthians. Mas, segundo Andres Sanchez, presidente do Timão e chefe da delegação nacional na África do Sul, o treinador do líder do Brasileirão não vai ocupar a vaga.

“Não tem nada de conversa com a CBF. Ele segue no Corinthians”, afirmou Sanchez no aeroporto de Cumbica, em Guarulhos (Grande São Paulo), ao desembarcar do vôo vindo da África do Sul na madrugada de domingo.

Além de Mano Menezes, os nomes mais cotados para o cargo são Luiz Felipe Scolari, que acertou recentemente com o Palmeiras, o treinador do Fluminense Muricy Ramalho e Leonardo, recém-demitido do Milan, da Itália. Seja quem for, a definição não vai demorar muito para ocorrer, já que a CBF anunciou que o novo técnico do Brasil será contratado até o fim deste mês.

Presidente do Corinthians garante: Mano Menezes não vai para a Seleção

Sem mais artigos