As pessoas que forem flagradas fumando maconha no campus da Pontifícia Universidade Católica (PUC) do Rio de Janeiro, na Gávea, serão fotografadas pelos seguranças. A regra vai valer para todos aqueles que não são alunos da instituição.

Segundo a direção da universidade, a iniciativa foi criada para proteger os estudantes da instituição.

“As pessoas que fumarem maconha no campus serão abordadas pelos nossos seguranças. Se não for aluno, será fotografado e sua entrada será controlada na universidade”, disse Augusto Sampaio, vice-reitor de Assuntos Comunitários da PUC-Rio, ao portal G1.

De acordo com Augusto, a grande dificuldade é limitar a entrada de pessoas desconhecidas na instituição, já que o campus é aberto. Cerca de 20 mil pessoas passam diariamente pela PUC.

Já para os alunos que forem flagrados com drogas, a PUC diz que vai encaminhá-los para a direção.

PUC-Rio vai fotografar quem fuma maconha no campus

Sem mais artigos
Sair da versão mobile