Das 39 cidades da região metropolitana de São Paulo, em 14 não há nenhum tipo de tratamento de esgoto e toda a sujeira é lançada diretamente nos rios e córregos. A situação mais grave fica em Guarulhos, já que é a segunda do estado em número de habitantes, cerca de 1,2 milhões e despeja mais de 184 milhões de litros de esgoto todos os dias no rio Tietê.

Para piorar a situação, nenhuma das cidades restantes trata 100% de seu esgoto. Em 2006, depois da muita pressão do Ministério Público, a prefeitura de Guarulhos se comprometeu a atingir a meta de 80% do esgoto tratado até 2017. Em janeiro, o município começou a instalar 288 quilômetros de redes coletoras, além de cinco estações de tratamento que deverão estar concluídas até o prazo estipulado. A expectativa é que  Guarulhos deverá ter 40% do esgoto tratado até junho de 2010.

Quase metade das cidades da região metropolitana de São Paulo não tratam seu esgoto

Sem mais artigos