Na última quarta-feira (10), o Comitê de Política Econômica do Banco Central (Copom) surpreendeu o mercado ao anunciar um corte na taxa de juros de um ponto percentual, quando a expectativa era de uma redução de 0,75 ponto percentual. Com isso, a tendência de redução da taxa Selic continua e aos poucos o brasileiro vai sentindo os efeitos das decisões do BC.

Em pesquisa divulgada nesta segunda-feira (15) pela Fundação Procon de São Paulo, já está claro que os bancos estão repassando para seus clientes a redução dos juros. O levantamento apontou que a taxa média do cheque especial em junho, comprando com maio, passou de 8,89% ao mês para 8,87%. Este é o sexto mês consecutivo que a pesquisa sinaliza para uma diminuição de juros.

O estudo leva em consideração as taxas cobradas pelos dez maiores bancos do país. Já no levantamento sobre o empréstimo pessoal, houve também uma queda. A retração entre maio e junho foi de 0,05 ponto percentual e agora tem uma média de 5,52% ao mês nas principais instituições financeiras do país.

Os resultados de junho foram influenciados pela variação da taxa de juros da Nossa Caixa, Unibanco e Banco do Brasil, que tiveram maior movimentação no período da pesquisa.  No caso do cheque especial, por exemplo, no BB foi de 7,85% para 7,77%. No Unibanco a redução oscilou de 8,79% para 8,71%. Já a maior redução nos juros do empréstimo pessoal foi feita pelo Safra, de 0,40 ponto percentual, para 5,50%.

Em comunicado divulgado junto com a pesquisa, o Procon destaca que esse levantamento foi feito antes mesmo da nova redução da taxa Selic na última semana. No entanto, ressalta que a ata da reunião anterior do Copom já sinalizava para uma tendência de redução gradativa dos juros nos próximos meses,  já que a economia ainda não está crescendo dentro de seu potencial.

Banco              Empréstimo pessoal  / Cheque especial 

Banco do Brasil:                    4,56% / 7,77%
Bradesco:                             5,76% / 8,36%
Caixa Econômica Federal:     4,39% / 6,79%
HSBC:                                 4,61% / 9,34%
Itaú:                                     6,81% / 8,67%
Nossa Caixa:                        4,56% / 7,77%
Real:                                    6,15% / 9,5%
Safra:                                  5,5% / 12,3%
Santander:                           6,15% / 9,5%
Unibanco:                            6,71% / 8,71%

Fonte: Procom

Redução dos juros começa a chegar aos consumidores

Sem mais artigos