Os médicos formados no exterior têm novos critérios para revalidação de diplomas. Na quarta (16), foi publicada a Portaria Interministerial nº 865 no Diário Oficial da União com as novas exigências: uma avaliação escrita e também um teste de habilidades clínicas.

Os Ministérios da Saúde e Educação e 16 universidades públicas elaboraram as novas regras. As instituições interessadas terão até o dia 2 de outubro para aderir ao projeto de revalidação no Ministério da Educação. O edital com as regras deve ser publicado até o próximo mês.

O Ministério da Saúde estima que entre 4 e 5 mil pessoas tenham interesse em participar do processo de avaliação. A portaria funcionará como projeto piloto com a participação facultativa para faculdades e médicos formados. Os critérios atuais de revalidação continuam valendo e são elaborados em cada universidade.

Revalidação de diplomas de formados no exterior tem novas regras

Sem mais artigos