A saída da senadora Marina Silva do Partido dos Trabalhadores (PT) ganhou destaque na mídia internacional, principalmente por conta de seu ativismo ambiental. Depois de 30 anos, a ex-ministra do Meio Ambiente do governo Lula deixa o PT e ruma, provavelmente, para o Partido Verde (PV), onde já se cogita sua candidatura à presidência.

O jornal inglês The Guardian, por exemplo, enfatizou o descontentamento de Marina, senadora pelo Acre, com a política do governo federal para o meio ambiente. Segundo o jornal, ela apontou que membros do governo estão mais preocupados com o crescimento econômico à qualquer custo do que com o desenvolvimento sustentável, resultando em ganhos para poucos e prejuízos para muitos.

Sem mais artigos