Três jovens alpinistas belgas morreram ao cair em um abismo próximo ao monte Tocllaraju, na região peruana de Áncash, informaram hoje veículos de imprensa da capital peruana, Lima.

A Polícia Nacional de Áncash identificou os três belgas mortos no acidente, que foi reportado neste domingo, como Ann Houttekviet, de 22 anos; Koen de Bacher, de 26; e Hans Marien, de 20, segundo a agência oficial “Andina”.

“No início, houve a esperança de que estivessem feridos, mas infelizmente já tinham falecido”, disse o diretor do Centro de Estudos de Alta Montanha de Huaraz, Edson Ramírez.

Ramírez também informou que as autoridades suspenderam as buscas por um alpinista japonês e seu guia, de nacionalidade peruana, que caíram no último dia 25 em uma rachadura do monte Huascarán, o mais alto do Peru.

Na quinta-feira passada, o alpinista argentino Daniel Enrique Montón, de 30 anos, morreu depois de chegar ao topo do monte La Esfinge junto com outros três compatriotas.

O cume do monte Tocllaraju fica a 6.034 metros acima do nível do mar e faz parte da cadeia de picos nevados da Cordilheira Branca, uma das preferidas pelos alpinistas de todo o mundo nesta época do ano.

Sem mais artigos