O Tribunal de Apelação de Teerã revisou neste domingo (09) a sentença imposta à jornalista iraniano-americana Roxana Saberi, condenada a oito anos de prisão por espionar a favor dos Estados Unidos.

Ao final da audiência, o advogado da repórter, Abdul Samad Khoramshahi, expressou sua confiança de que o veredicto sofra finalmente uma “mudança substancial”.

“A audiência ocorreu em boas condições tanto para mim quanto para minha colega. Tivemos tempo suficiente para expor nossa alegação”, afirmou o advogado aos jornalistas na saída da sala.

Khoramshahi disse também que a repórter teve “espaço suficiente para se defender”. “Estou otimista e acho que ocorrerão mudanças essenciais na sentença”, disse o advogado, acompanhado pelo pai de Saberi.

Há uma semana, o juiz do escritório da Procuradoria Geral de Teerã, Hassan Haddad, expressou sua confiança de que a sentença seria aliviada. Fontes judiciais disseram à Agência Efe que o veredicto final sairá “em poucos dias”.

Sem mais artigos