A Uefa acusou nesta sexta-feira o
atacante brasileiro naturalizado croata Eduardo da Silva, do
Arsenal, de simular o pênalti que deu origem ao primeiro gol da
equipe inglesa no jogo contra o Glasgow Rangers, da Escócia,
disputado na última quarta-feira.

O próprio Eduardo converteu a cobrança que abriu o placar da
partida, válida pela volta da classificação para a fase de grupos da
Liga dos Campeões. No final, o Arsenal venceu o Rangers por 3 a 1 e
avançou na competição.

Por meio de um comunicado oficial, a Uefa disse ter “estudado o
vídeo do incidente” e assegurou que examinará o caso no próximo dia
1º para tomar uma decisão a respeito.

Em caso de punição, Eduardo ficaria fora das duas primeiras
partidas do Arsenal pelo grupo H da Liga dos Campeões, contra
Standard de Liège e Olympiacos.

Uefa acusa Eduardo da Silva de simular pênalti contra o Glasgow Rangers

Sem mais artigos