Segundo o site Contac Music, a União Européia aprovou a medida que estenderá os direitos autorais para 50 a 70 anos, durante os quais os artistas receberão royalty por suas criações e terão que ser consultados caso qualquer pessoa queira utilizar suas músicas em outros locais. Inicialmente a medida queria garantir que os direitos permanecessem por 95 anos, mas foi atenuada para conseguir o apoio dos países da União Européia.

Entre os artistas que apoiam a nova medida estão Paul McCartney – que recentemente afirmou ser a favor da condenação dos criadores do Pirate Bay –, Roger Daltrey do The Who e os integrantes do U2.

Charlie McCreevy, representante comercial da União Européia, afirmou que a decisão não tem como objetivo impedir o acesso do público às músicas. “A questão é outra, se os artistas sentem que estão criando para serem pagos, é óbvio que haverá mais variedade. Nosso objetivo é assegurar que os artistas, mais tarde, tenham como se sustentar a partir do lucro de suas carreiras”.

União Européia aprova medida que determina de 50 a 70 anos de direitos autorais para os artistas

Sem mais artigos