A Universidade Estadual de Campinas decidiu alterar a fórmula do vestibular de sua instituição. As mudanças foram anunciadas nesta sexta-feira (4). Deste modo, a prova da primeira fase será composta de 48 testes de múltipla escolha, em vez de 12 questões discursivas, além de três redações, em vez de uma única. As mudanças entram em vigor no próximo ano, ou seja, para os candidatos que desejam ingressar em 2011.

Já a segunda fase será aplicada em três dias, em vez de quatro, e será dividida em três áreas do conhecimento. O resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) continuará valendo até 20% da nota da primeira fase. No entanto, o seu uso passa a ser obrigatório para todos os candidatos.

Por fim, as três redações serão de gêneros diferentes, não previamente determinados e obrigatórias para todos. Até então, o candidato podia escolher um entre três gêneros (dissertação, narração ou carta).

A Unicamp disse ainda que o processo seletivo realizado neste ano para ingresso em 2010 não sofrerá nenhuma alteração.


Sem mais artigos