A Universidade de São Paulo decidiu, nesta terça-feira (10), que o segundo turno da eleição para reitor da USP, que ocorreria hoje, mas teve de ser adiado porque uma manifestação dos alunos impediu o acesso dos eleitores aos locais de votação, ocorrerá a partir das 13h30 desta quarta-feira (11), na biblioteca do Memorial da América Latina.


 


Oito candidatos participam da eleição e a votação de amanhã inclui apenas 320 pessoas. Serão escolhidos os três nomes que formarão a listra tríplice enviada para o governador José Serra, que definirá quem substitui Suely Vilela. Cada eleitor pode escolher até três nomes e, se tiver mais da metade dos votos, o candidato ocupará a primeira posição na listra tríplice. No primeiro turno, os três mais votados foram o diretor do Instituto de Física de São Carlos, Glaucius Oliva, o diretor da Faculdade de Direito, João Grandino Rodas e Armando Corbani, pós-reitor de pós-graduação.



 

Sem mais artigos