O piloto italiano Valentino Rossi terá de ficar pelo menos cinco ou seis meses de fora das provas da MotoGP, informou o médico da clínica móvel que acompanha todos os Grandes Prêmios da categoria, Claudio Costa.

De acordo com Costa, que esteve com Rossi, o piloto foi anestesiado logo após sofrer o acidente. Na cirurgia feita no Centro Traumatológico e Ortopédico (CTO) de Florença, os médicos aplicaram anestesia geral no heptacampeão por conta das dores causadas pela fratura exposta da tíbia e do perônio da perna direita.

O piloto de Yamaha foi operado com sucesso durante mais de 2h30, informou o chefe de departamento de traumatologia do CTO, Roberto Buzzi, em entrevista coletiva. Ainda de acordo com ele, Rossi praticamente disse adeus à atual temporada de MotoGP.

Sem mais artigos