De acordo com o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio, a atividade do comércio varejista no Brasil teve aceleração de 1,3% em maio na comparação com abril. Essa foi a maior elevação mensal observada em 2009 e quarta consecutiva para o varejo. De acordo com a Serasa Experian, indica que o setor já inicia um processo de recuperação.

O levantamento aponta que a alta do mês passado foi liderada, a exemplo da atividade industrial, pelo setor de veículos, motos e peças com crescimento de 2,2%. Em seguida, veio o setor de móveis, eletroeletrônicos e informática, com elevação de 0,9% em maio. São justamente dois segmentos beneficiados pela redução de impostos pelo governo federal. Além disso, aos poucos o crédito está se normalizando, o que também facilita para o aumento das compras.

Dos seis segmentos varejistas pesquisados, apenas um (supermercados, hipermercados, alimentos e bebidas) registrou variação mensal negativa, os outros cincos apresentaram alta na atividade varejista. Esse quadro não era registrado pelo levantamento desde setembro de 2008.

No acumulado dos primeiros cinco meses de 2009, o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio registrou alta de 3,6%, liderada pelo setor de móveis, eletroeletrônicos e informática, com crescimento de 8,1%. Em seguida, destaca-se o setor de veículos, motos e peças, com elevação de 3,9%.

O indicador analisa eventos ocorridos em todo o Brasil e reflete a evolução da atividade do comércio varejista em âmbito nacional. O indicador considera as consultas registradas à base de dados da Serasa de aproximadamente seis mil empresas comerciais.

Varejo tem crescimento de 1,3% em maio, diz Serasa

Sem mais artigos