O gasto médio dos brasileiros aumentou 3,21% desde o início de 2009. Esse é o valor calculado pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No entanto, na avaliação de alguns itens que compõem o índice, o aumento de preço é superior a 50%.

É o caso da manga, fruta campeã de alta entre janeiro e setembro, que ficou 66,98% mais cara. Dos dez itens que mais subiram este ano, nove são alimentos, segundo o IBGE. O único não-alimento que consta nessa lista é o cigarro, que teve alta de 27% devido ao aumento de impostos aplicado pelo governo em abril.

A variação dos preços dos produtos alimentícios pode ser explicada, em grande parte, pela sazonalidade desses itens, que estão em entressafra. Esse não é o caso do açúcar, por exemplo, que registra alta de 52,36% em função da valorização do produto no mercado internacional.

Manga 66,98%
Açúcar cristal 52,36%
Alho 42,68%
Batata-inglesa 39,45%
Açúcar refinado 35,84%
Mamão 30,54%
Melão 28,31%
Sal refinado 27,06%
Cigarro 27,00%
Peixe-anchova 26,86%

Veja os dez produtos que mais subiram neste ano, segundo o IBGE

Sem mais artigos