As vendas no varejo da região metropolitana de São Paulo começam a indicar uma recuperação. Em abril, as vendas reais ficaram no mesmo nível do mesmo mês do ano passado. De acordo com a Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista (PCCV) da Fecomercio, o setor acumula em 2009 uma queda de 1,2% em comparação com 2008.

De acordo com a Fecomercio, existem dois pontos positivos nos números. “Em primeiro lugar, em abril de 2008, o faturamento real registrou forte aumento, contra abril de 2007. Isso quer dizer que conseguir a mesma marca em 2009 é uma coisa boa. Também temos que destacar o aumento da atividade em supermercados, lojas de departamento e farmácias, o que indica que as vendas do varejo devem voltar a crescer”, disse Altamiro Carvalho, economista da Fecomercio.

Uma das explicações para o bom desempenho de abril, principalmente nos supermercados (alta de 20,1% na comparação anual) se deve ao fato da Páscoa ter sido neste mês, enquanto em 2008 a data, segunda melhor para o segmento, caiu em março. Além disso, a Fecomercio entende que o aumento da massa de rendimentos dos paulistanos também contribuiu para o melhor resultado do setor em abril.

Vendas no varejo paulistano em abril atingem mesmo nível de 2008

Sem mais artigos