Brian Epstein, o sujeito que descobriu e foi o primeiro empresário dos Beatles, terá sua vida levada para os cinemas. Um roteiro já pronto, chamado A Life in the Day, escrito por Tony Gittelson, foi comprado pelo produtor David Permut.

Epstein trabalhava na loja de discos de seu pai e, um dia, durante seu horário de almoço, ele foi ao Cavern Club e viu os Beatles tocando. A partir daí, não sossegou enquanto não conseguiu um contrato para eles.

O empresário esteve com a banda entre 1961 e 1967, quando morreu de overdose, aos 32 anos. Em seu atestado de óbito, no entanto, consta a informação de morte acidental.

David Permut disse à Variety que gostaria de poder usar músicas originais dos Beatles na trilha sonora do filme, mas sabe que as negociações podem ser bastante difíceis. Ele não falou sobre quem poderá ser o diretor.

Sem mais artigos