A Valmor Sports, empresa que organiza o GP da Europa de Fórmula 1, a ser realizado dia 23, na cidade espanhola de Valência, anunciou a venda de dez mil ingressos só na semana passada, após o anúncio da volta do piloto alemão Michael Schumacher a um carro da Ferrari.

Segundo Carlos Moreno-Figueroa, diretor-geral de operações da empresa, já foram vendidos cerca de 40 mil. “A confirmação da participação de Schumacher fez com que o nível da venda de entradas subisse 50% em relação às últimas semanas”, explicou.

A organização já superou a metade dos 75 mil lugares disponíveis para a prova deste ano, mas espera que a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) libere a Renault para correr – o que significaria a presença do espanhol Fernando Alonso.

“Seria o último empurrão para a venda de ingressos. O número final de espectadores dependerá muito da decisão que a FIA tomar sobre a participação de Alonso. A presença dele será determinante e confiamos que ele estará aqui”, afirmou.

A Renault foi punida em virtude de um incidente durante o GP da Hungria. Os comissários da FIA alegaram que a equipe foi negligente ao permitir que o carro de Alonso deixasse os boxes, mesmo sabendo que uma das rodas estava mal colocada.

Sem mais artigos