Um saco com nada mais nada menos que 300 filhotes de tartaruga foi encontrado em um aeroporto na Malásia. As autoridades suspeitaram do pacote justamente porque ele “se mexia” e decidiram inspecionar o material que vinha de um voo procedente das Ilhas Maurício.

Ao verificar o saco, os policiais encontraram as espécies ameaçadas de extinção. Elas são apreciadas por colecionadores e vendidas internacionalmente como animais de extimação ou alimentos exóticos.

Além dos répteis, o pacote também tinha cerca de 2 kg de maconha. O passageiro que trazia a mala conseguiu fugir ao perceber que o material era analisado pelas autoridades.

As tartarugas serão devolvidas para Madagascar, o país de origem dos animais.

Sem mais artigos