O Real Madrid sofreu um grande baque nesta quinta-feira (25). O sócio número um do clube, José Eulogio Gutierrez Aranguren, morreu no Hospital Ruber, na capital espanhola, aos 89 anos.

Aranguren se associou ao Real Madrid quando tinha apenas três anos em 1923. Desde então, o sócio era uma figura presente no clube, se tornando membro principal em 2009 quando Felix Perez Alvarez morreu.



Sua família tem uma história também no time merengue. Seu pai Eulogio e seu tio Sotero foram atletas da equipe na década de 1910. O último ganhou uma estatua de bronze na saída do clube.

O sócio assumiu o cargo de presente da Comissão Eleitoral da Gestão Conjunta da Assembleia Geral Extraordinária em 1981. Já em 2004, se tornou membro do Conselho Eleitoral do Real.

Sem mais artigos