O carioca Jesus Luz, até o ano passado apenas um modelo iniciante, fechou nesta semana um contrato com uma grande gravadora para trazer ao mundo seu primeiro rebento musical como DJ e produtor de dance music. O petardo vai se chamar From Light e tem a benção de sua namorada/madrinha, a rainha do pop Madonna.

O rapaz não é o primeiro – nem será o último – detentor de talentos questionáveis a chegar ao mais alto nível do pop no Brasil e no mundo. Como ele, muitos trabalhos de qualidade duvidosa, pra dizer o mínimo, chegaram ao mercado graças a padrinhos famosos.

Por isso preparamos uma lista de 10 artistas apadrinhados que deixam a desejar no quesito… bem… em vários quesitos. Veja a nossa relação e opine!

Jesus Luz e a madrinha Madonna – Depois de cobrar cachês estratosféricos para se apresentar em baladas brasileiras, o modelo (e namorado) da rainha do pop finalmente arrumou um contrato de gravadora para entrar de cabeça no mundo eletrônico. Ouça sua primeira produção, We Came From Light.

Aaron Carter e o padrinho Nick Carter, dos Backstreet Boys – Quando seu irmão é um backstreet boy e você chega à adolescência em 1998, é perfeito pra virar sensação pop. Mas, quando vem ao Brasil pra tocar no maior festival da América Latina (o Rock in Rio 3) e manda cinco músicas, todas em playback, você é perfeito pra ser esquecido.

Adam Lambert e o padrinho Simon Cowell – Imagine que você tem um magnata da indústria fonográfica apostando tudo em seu talento e conta com fãs em todo mundo, graças às performances que fez no reality show American Idol. Isso pode até não fazer de você o artista do século, mas com certeza já te transforma na celebridade do momento. Não é, Adam?

Josy e o padrinho Big Brother Brasil – Falando em apoio de fãs de reality shows, só mesmo os malucos por BBB para seguir a carreira de cantora da loura, capitã do projeto de música eletrônica Pacto. No vídeo abaixo, você pode ver a “visão” que a moça tem do cenário eletrônico nacional e ainda ouvir um tostão de sua voz, como diria Zé Bonitinho.

Ashley Simpson e a madrinha Jessica Simpson – As duas irmãs atrizes/cantoras não são um primor na arte da música. Mas, de longe, o desempenho da madrinha supera o da caçula. Ashley se envolveu em uma polêmica de playback muito grave nos EUA e ainda levou umas das vaias mais sonoras já ouvidas em um show na terra do Tio Sam, como você pode ver no clipe abaixo. Preferíamos te ouvir com playback, garota!

Dolls e o padrinho Latino – O cantor carioca é um hitmaker. Ninguém tira dele esse mérito. Mas, no ano passado, ele prestou um enorme desserviço à música nacional ao lançar a dupla de irmãs cantoras e gostosas Dolls. E não vamos nem falar de Kelly Key e de Luka, hein?

Meg White e seu padrinho Jack White – Claro que nós amamos os White Stripes e sabemos da importância da dupla para o rock internacional. Mas não tem jeito: é duro entender a incapacidade da baterista de manter uma levada no prato de ataque sem se enrolar. Veja a dupla ao vivo e entenda nosso ponto de vista…

Kelly Osbourne e o padrinho Ozzy Osbourne – A polêmica filha de Ozzy conseguiu gravar um CD no auge do sucesso do reality show The Osbournes, da família do ex-líder do Black Sabbath. Certamente, o vocalista ficou tão frustrado quanto nós após ouvir a versão de sua pimpolha para Papa Don’t Preach, hit da Madonna.

Latoya Jackson e seu padrinho, o sobrenome – É incrível o número de talentos que emergiu da família Jackson desde a criação dos Jackson 5, em 1964. Jackie, Tito, Jermaine, Marlon e Michael, seguidos da bem-sucedida Janet, tiveram só um desvio grave da qualidade musical na família. Seu nome? Latoya!

KLB e o pa(i)drinho Franco Scornavacca – A mais mauricinha de todas as boy bands do país apareceu graças ao padrinho (e papai) Franco Scornavacca. Sabe quem é ele? Ex-baixista de uma banda da Jovem Guarda chamada Os Brasas e que virou um dos maiores empresários artísticos do Brasil, administrando as carreiras de Lulu Santos, Zezé di Camargo & Luciano e muitos outros. Agora você já sabe de onde vem o “talento” familiar de Kiko, Bruno e Leandro.

Um PS: o clipe que você vê abaixo, A Dor Desse Amor, foi dirigido por ninguém menos que Preta Gil, que poderia entrar muito bem nessa lista. Divirta-se!

Sem mais artigos