O primeiro teste com a nave espacial VSS Enterprise foi realizado hoje, sem problemas, sobre o deserto de Mojave, no estado americano da Califórnia. A nave foi fabricada especificamente para voos suborbitais, no limite entre a atmosfera terrestre e o espaço.

A VSS Enterprise pertence à empresa Virgin Galactic, de Richard Branson, dono de uma série de empresas sob a marca Virgin. A empreitada é uma aposta do empresário para criar um mercado de turismo espacial.

Neste primeiro teste, a nave, que sobe acoplada a dois aviões de apoio, atingiu 13,7 quilômetros de altura e permaneceu no ar durante quase três horas. Em novos testes, essa é a altura onde a nave ligará os motores e se soltará para atingir uma altura de 110 quilômetros a 4.000km/h. A essa altura, os futuros passageiros poderão desfrutar de alguns minutos de gravidade zero, além de uma deslumbrante vista do planeta.

Os voos comerciais começam apenas em 2012 e cada turista espacial (serão seis por vez) deverá pagar uma tarifa de pelo menos US$ 200 mil – cerca de R$ 360 mil. Mais de 300 pessoas já pagaram o valor para garantir vaga na fila.

Sem mais artigos