A partir de 12 de abril o People+Arts passará por um “extreme makeover” mudando de nome, cara e jeito. No lugar do antigo chegará o novo Liv, canal do Discovery voltado para o público feminino, sem ser feminista.

“Esse não será um espaço cor-de-rosa mas um lugar onde as mulheres que vivem cheias de responsabilidades possam descansar e relaxar, esquecendo seus dramas vendo os dramas exibidos na TV”, explicou Claudia Chagüi, vice-presidente e diretora dos canais de estilo de vida e entretenimento da Discovery Networks Latin America/US Hispanic.

A mudança ocorreu por conta de várias pesquisas que indicaram um novo perfil dos consumidores de canais por assinatura: mulheres entre 18 e 49 anos que procuram na TV um “tempo para elas”.

Com a mudança, os seriados serão o grande foco do Liv. Alguns exclusivos que acabaram de estrear com grande sucesso nos EUA como Parenthood, Mercy, Life Unexpected e Hawthorne, além dos já conhecidos pelo público como The Tudors, Dawson Creek e Once and Again, para citar alguns exemplos.

Confira o trailer de Mercy

Essas são séries que abordam temáticas feminas e familiares (como Mercy e Parenthood por exemplo) mas não exclusivamente isso – como é o caso de Happy Town, produzida pela ABC para ocupar o lugar de Lost sendo até comparada a Twin Peaks de David Lynch (nos EUA estreia em 28 de abril e no Brasil em setembro).

Veja o trailer de Happy Town

A grade de realitys será representada por Project Runway, So You Think You Can Dance, Hell’s Kitchen e Descabelados.

Por fim, filmes que foram sucesso de bilheteria e produções nacionais farão parte da programação diária do canal que pretende atingir um público que ultrapassa 22 milhões de assinantes na América Latina.

Sem mais artigos