O pai da conhecida atriz Lindsay Lohan, Michael Lohan, voltou a ser detido, nesta quinta-feira (28), acusado de violar novamente a ordem de afastamento que sua ex-companheira conseguiu, informou, nesta sexta (29), a imprensa local.

Segundo diversos meios de imprensa locais, a Polícia de Long Island (Nova York) deteve Michael depois que este, supostamente, ligou para o trabalho da ex, Erin Müller, em 21 de janeiro. Ele terá que comparecer perante a Justiça no diz 25 de fevereiro.

Se este telefonema foi verdadeiro, o pai da protagonista de Garotas Malvadas teria ignorado o conselho do juiz que em junho passado lhe assegurou que poderia livrar-se do agravante de assédio se ficasse um ano afastado da litigante.

Esta seria a segunda vez que Michael teria desobedecido a ordem de afastamento que o proíbe de entrar em contato com Erin.

A relação de Michael com Erin foi bastante tumultuada durante os últimos anos e ele foi denunciado várias vezes por assédio.

Em abril de 2009 aconteceu uma das primeiras detenções, depois que Erin apresentou acusações contra seu ex-namorado por ele ter ligado várias vezes ameaçando matá-la e se suicidar se rompessem a relação, fato negado pelo pai da atriz.

Segundo a imprensa local, Michael denunciou Erin no começo de 2009 acusando-a de tê-lo intimidado com uma faca e de bater na sua cabeça durante uma briga.

Sem mais artigos