Em dezembro do ano passado, o Pão de Açúcar anunciou a compra das Casas Bahia. No entanto, essa fusão ainda terá que esperar mais um pouco. Isso porque o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) decidiu que as duas empresas deverão manter as estruturas separadas até que o caso seja julgado pela entidade.

Pela decisão, todas as lojas da empresas devem continuar a operar normalmente, inclusive da marca Ponto Frio, que foi comprada pelo Pão de Açúcar em julho do ano passado. O acordo deverá sem cumprido inclusive nas cidades onde há lojas próximas, que representam cerca de 90% do faturamento total das empresas.

Outra exigência do Cade é que todas as lojas deverão ser mantidas em condições de funcionamento até que o caso seja julgado. Com isso, o nível de emprego deverá ser mantido. Além disso, os centros de distribuição, propaganda e o marketing também terão que continuar independentes, assim como as estruturas de compras das empresas.

O Cade é uma entidade criada para julgar casos de fusões e aquisições. Nos casos que as empresas juntas representem uma parcela muito grande do mercado, a união poderá ser vetada ou aprovada com restrição. Quando a Brahma e a Antarctica se uniram, a entidade obrigou a AmBev a vender uma das marcas, a Bavária no caso.

Sem mais artigos