Em Milão, Nova York e Londres as semanas de moda, que aconteceram em fevereiro, terminaram com pelo menos uma tendência: as peles estiveram em acabamentos de vestidos, botas, blusas e colarinhos de várias coleções.

Houve protesto da sociedade protetora dos animais, como o que invadiu a passarela do estilista Jesus Lorenzo, em Madri, dia 23 de fevereiro. Mas nas golas e até nas caneleiras as peles animais não foram trocadas por sintéticas.

Veja algumas peças que chamaram atenção nas coleções da Gucci, Basso & Brooke, D&G e Thom Browne neste álbum.

Sem mais artigos