O São Paulo precisa vencer o Once Caldas amanhã para se classificar às oitavas-de-final da Taça Libertadores e superar a crise gerada pelas derrotas para o Santos, que deixou o time de fora da final do Campeonato Paulista.

Ao Tricolor, interessa apenas uma vitória contra o time colombiano, que lidera a chave com 11 pontos, um a mais do que a equipe comandada por Ricardo Gomes. Caso contrário, dependerá de outros resultados para poder avançar como um dos melhores segundos colocados.

Apesar de depender apenas de si mesmo para se classificar, o São Paulo terá que superar primeiro a crise provocada por sua eliminação nas semifinais do Paulistão para o Santos, que o derrotou por 3 a 2 na partida de ida e por 3 a 0 no último domingo.

Para piorar, a derrota foi seguida por uma declaração polêmica do atacante Washington, que questionou decisões do técnico Ricardo Gomes, como a de deixá-lo na reserva.

O protesto do “Coração Valente” foi imediatamente respondido pelos dirigentes, que prometeram punir o centroavante, e por alguns de seus companheiros, que o recriminaram por gerar uma crise às vésperas de um jogo importante da Libertadores.

O meia Richarlyson alegou que o mais grave é que se Washington for escalado como titular amanhã, o que é provável pela necessidade de o São Paulo vencer, a decisão poderá ser interpretada como um sinal de fraqueza do técnico e uma demonstração de que reclamar publicamente pode dar resultado.

Ricardo Gomes não definiu a escalação, mas, ao contrário das últimas partidas, em que sofreu com baixas por lesões ou suspensões, poderá contar amanhã com todos os titulares.

O próprio treinador ressaltou que esta será a segunda vez em 26 partidas disputadas que poderá contar com todo o elenco. A outra oportunidade foi há um mês, quando o São Paulo derrotou o Nacional do Paraguai por 3 a 0, também pela Libertadores, com gols de Dagoberto, Washington e Léo Lima.

O Tricolor, que tem uma das melhores defesas da competição continental neste ano, encara amanhã o único time da chave que ainda não perdeu na competição.

Já o Once Caldas, campeão do torneio em 2004, chegou hoje ao Brasil disposto a se manter em primeiro lugar do grupo e garantir diretamente a classificação às oitavas-de-final. Para isso, precisa apenas de um empate.

O técnico da equipe colombiana, Juan Carlos Osorio, assegurou que o Once Caldas buscará a qualquer custo um resultado que o mantenha na ponta para poder “iniciar as oitavas como visitantes e decidir como mandante”.

Possíveis escalações:

São Paulo: Rogério Ceni; Cicinho, Alex Silva, Miranda e Richarlyson; Rodrigo Souto, Cléber Santana, Hernanes e Jorge Wagner; Dagoberto e Fernandinho (Washington). Técnico: Ricardo Gomes.

Once Caldas (COL): Martínez; Vélez, Amaya, Vizcarrondo e Henríquez; Núñez, Valencia, Santoya e Arias; Moreno e Uribe. Técnico: Juan Carlos Osorio.

Árbitro: Diego Abal (Argentina), auxiliado por seus compatriotas Ariel Bustos e Diego Romero.

Sem mais artigos