O presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, Leonardo Prudente (sem partido), apresentou nesta segunda-feira (25) o seu pedido de afastamento do cargo. Agora, o vice-presidente, cabo Patrício (PT-DF), tem sete dias para convocar novas eleições.


 


Prudente é o deputado do Distrito Federal que foi flagrado guardando dinheiro de suposta propina na meia. Ele estava afastado do comando do Legislativo local desde a semana passada por decisão do Tribunal de Justiça do Distrito Federal, que o impediu de participar do processo de investigação e julgamento do governador José Roberto Arruda e de mais oito deputados acusados de envolvimento em esquema de pagamento e cobrança de propina, no escândalo do chamado “mensalão dos Democratas”.

Presidente da Câmara do Distrito Federal apresenta renúncia

Sem mais artigos