Uma das grandes atrações para os pequenos (e pros mais grandinhos também) nesta edição da Campus Party é o simpático robô Probo, um elefante verde que responde aos estímulos que você provoca nele e também percebe o ambiente ao seu redor. Ou seja, ele é praticamente vivo.

Parece impossível? Pior que não. Criado na Bélgica, o Probo está em exposição numa das áreas abertas ao público (não precisa ser campuseiro para visitar) e é um verdadeiro sucesso nas mãos das crianças que não se cansam de acariciá-lo e brincar com ele – enquanto ele reage a tudo, como um bom amigo.

Desenvolvido por estudantes da Vrije Universiteit de Bruxelas e ainda em fase de aperfeiçoamento, o Probo se comunica de forma especial. Ao invés de falar em uma língua conhecida, ele fala seu próprio idioma, que é basicamente formado por sons sem sentido que ganham significado apenas com o tom com o qual o elefantinho fala. Você consegue perceber claramente quando ele está feliz, com sono, brincalhão… tudo de forma não verbal. Suas expressões faciais, também controladas por um software, são uma atração à parte.

Prova disso é o fato dos olhinhos de Probo seguirem você onde quer que você vá. Tudo isso graças à uma tecnologia de reconhecimento de face que percebe o contraste de luz entre as várias partes do seu rosto e aprende a reconhecê-las. Com a ajuda da inteligência artificial, o software percebe estas partes e consegue assim interagir com elas.

O mais legal de tudo é que o público alvo do Probo num primeiro momento são crianças que sofrem de doenças graves e passam muito tempo sozinhas em hospitais. Assim como bichinhos de estimação são cientificamente comprovados como ótimos ajudantes na recuperação de pessoas doentes, o Probo também nasce com a função de provocar mais sorrisos e alegrias nos pequenos par auxiliá-los neste momento difícil. Nota DEZ para seus criadores!

Sem mais artigos