Faltam apenas três dias para a estreia da sexta e última temporada de Lost nos Estados Unidos. Os mais fanáticos – e com tempo disponível – fizeram a lição de casa direitinho e reviram todas as temporadas anteriores.
   
Mas para quem não conseguiu, nem tudo está perdido. O site da Entertainment Weekly publicou uma lista com aqueles que considera os dez episódios essenciais da série. Rever apenas esses, o site garante, já vai ajudar bastante.

Então, para quem pretende acompanhar a próxima temporada pelo calendário americano, a chance é aproveitar o fim de semana para botar a listinha em dia.

Saiba quais são os episódios destacados pela EW. Mas, se você não viu todos, cuidado, há muitos spoilers nos textos:

Temporada 1 / Episódio 1 (Piloto)
O primeiro episódio mostrou o monstro de fumaça atacando o piloto do avião, a transmissão de rádio de Russeau e a primeira aparição do urso polar. E, segundo a EW, definitivamente revelou o estranho mundo de Lost, para o qual ainda procuramos respostas, seis anos depois.

Temporada 1 / Episódio 4 (Walkabout)
John Locke, até ali, havia sido mostrado apenas como um sujeito meio misterioso e destemido, capaz de caçar um javali usando apenas uma faca. Mas então descobrimos que ele era um simples empregado de uma fábrica de caixas de papelão e vivia confinado a uma cadeira de rodas. Primeiro a se beneficiar de um “milagre” da ilha, não é de se estranhar que por toda a série ele seja considerado o “homem da fé”.

Temporada 2 / Episódio 3 (Orientation)
Surge o grande conflito de Lost: a fé de Locke x a razão de Jack. Tudo a partir da escotilha e do bendito botão que precisa ser pressionado a cada 108 minutos. Senão…?

Temporada 3 / Episódio 1 (A Tale of Two Cities)
A vila dos Outros aparece pela primeira vez e ficamos conhecendo Juliet, ainda sem saber direito de que lado ela está. Além disso, é quando o passado revelado de Jack mostra que ele não é assim tão perfeitinho: foi um dos responsáveis pelo fim da carreira de seu pai alcoólatra.

Temporada 3 / Episódio 20 (The Man Behind the Curtain)
Finalmente Benjamin Linus é “explicado”. Conhecemos sua triste infância, vemos Richard Alpert há quase 30 anos, mas com a mesma aparência atual, e descobrimos como foram eliminados os membros da Iniciativa Dharma. No mesmo episódio, o chefe dos Outros leva Locke à cabana de Jacob.

Temporada 3 / Episódios 22/23 (Through the Looking Glass)
Desmond passa a temporada inteira tentando evitar que sua premonição se realize, mas não adianta. Charlie realmente morre, em uma das despedidas mais tristes de toda a série. Mas, antes, deixa um recado bombástico: “o navio não é da Penny”. Além disso, vemos um Jack amargurado e com má aparência, fora da ilha. E descobrimos que não, isso não é um flashback.

Temporada 4 / Episódio 5 (The Constant)
O episódio favorito de muita gente, no qual só não chorou quem não tem coração. Centrado no carismático Desmond, mostra suas viagens no tempo entre o presente e o ano de 1996. O final, com o telefonema dele para sua amada Penelope, é um dos momentos mais emocionantes da história de Lost.

Temporada 5 / Episódio 1 (Because You Left)
É confirmado que alguns sobreviventes do Oceanic 815 saíram da ilha, e vemos que isso não foi nem um pouco bom para Jack. E, o grande choque: descobrimos quem está dentro do caixão.

Temporada 5 / Episódio 7 (The Life and Death of Jeremy Bentham)
Ficamos sabendo mais detalhes da vida de cada um daqueles que conseguiram sair da ilha e vemos como Locke está obcecado em convencer todos a voltar. Ben chega a tempo de evitar o suicídio do desiludido Locke, mas isso não significa que as coisas acabem bem.

Temporada 5 / Episódios 16/17
O verdadeiro Jacob enfim mostra sua cara e vemos que ele não é um total estranho na vida de alguns personagens. Conhecemos também seu antagonista, o misterioso homem de preto, e acompanhamos o plano de Jack para reescrever a história, explodindo a ilha com a bomba Jughead.

Sem mais artigos