Quem gosta de acompanhar seriados americanos sabe o quanto esse hobby é viciante. Começa-se assistindo a uma ou outra série na TV a cabo, daí o próximo passo é alugar DVDs de programas antigos e fazer as famosas maratonas caseiras aos finais de semana. Daí, quando nem se percebe, já se está baixando mais de 10 shows por semana nos sites de Torrent da vida.

Para ajudar a organizar a vida desses viciados em séries, surge uma nova rede social dedicada ao tema: a brasileira icecreen (www.icecreen.com). Na verdade, o site não chega a ser uma rede social, é um grande organizador, que permite selecionar seus programas prediletos e saber quando novos episódios deles serão exibidos.

A página não exige um cadastro complicado nem fica de mi-mi-mi querendo saber o seu Twitter, Facebook e etc. É só criar um e-mail, um username e esperar pela mensagem de confirmação. Caso de deseje, pode-se enfeitar seu perfil com sua foto e todas aquelas informações 2.0 de praxe.

Esse é um lado bacana do icecreen: a flexibilidade. Por mais hi-tech e revolucionário que se pareça, às vezes enche o fato de todas as redes sociais estarem, hoje, conectadas – e o mundo inteiro saber qual filme você assistiu ou qual nova foto subiu no álbum de fotografias virtual.

No icecreen é só entrar em uma lista de séries, que vai desde a primeira versão de Battlestar Galáctica (1978) à novíssima Human Target (2010), e escolher suas prediletas. As atrações depois são separadas e trazem os dados de todas suas temporadas e episódios – quando foram/irão ao ar. Após escolher os capítulos já vistos, há opções para dizer se gostou ou não deles e até deixar um comentário.

O sistema de navegação em nuvens da rede social é bem interessante. Dá para saber quais as séries são as mais populares, assim como conferir os usuários mais viciados.

Lançado em dezembro, o icecreen ainda precisa melhorar muito. Principalmente por não ser um serviço original: o também brasileiro Orangotag (http://orangotag.com/) é muito parecido e já está no ar há dois anos – a lista desse é bem superior e traz até sugestões de seriados tupiniquins.

A principal diferença é que o icecreen foca no internauta gringo, por ser todo em inglês, enquanto o orangotag é em português. Ao comparar os dois, e juntarmos com o fato de ambos serem nacionais, fica-se até com a impressão de plágio. Caberá ao usuário testar cada um e julgar aquele que lhe será melhor.

Rede social icecreen organiza a vida dos apaixonados por séries americanas

Sem mais artigos
Sair da versão mobile