O atacante César Ramírez, conhecido por seu apelido, El Tigre, chamou hoje o treinador do Cerro Porteño, o argentino Pedro Troglio, de “falso”, após ser sacado por este da equipe titular.

Ramírez, que completa 33 anos nesta quarta-feira, disse ainda que o treinador é um “mal agradecido”.

“Eu lhe dei apoio quando alguns dirigentes queriam tirá-lo do clube”, afirmou Ramírez, que já atuou no futebol brasileiro pelo Flamengo.

Segundo a imprensa local, Troglio tirou Ramírez do elenco principal após saber de uma reunião realizada na casa do jogador para supostamente tratar de sua continuidade à frente da equipe.

“Pedro ficará mais um mês e meio no clube e depois tenho certeza de que irá embora. Não tem palavra e se deixa levar por intrigas, acreditando que antes do jogo com o Corinthians houve uma reunião com alguns jogadores em minha casa”, disse.

Ramírez referiu-se ao confronto contra o clube paulista pela Taça Libertadores, que terminou com vitória dos corinthianos por 1 a 0 em Assunção, com gol de Ronaldo.

O presidente do Cerro Porteño, Juan José Zapag, afirmou que vai conversar com o atacante sobre o caso. Ele informou ainda que o contrato de Troglio vence daqui a três meses, e que por enquanto não houve um encontro para tratar de sua renovação.

Sem mais artigos