O atacante Carlitos Tévez ainda não engoliu o que o lateral Wayne Bridge, seu companheiro de Manchester City, teve de passar por causa da traição de sua ex-mulher com o companheiro de seleção inglesa, o zagueiro John Terry, do Chelsea.

Segundo informações do jornal espanhol Marca, o argentino anda ressabiado com a atitude do ex-capitão do English team, e não teve papas na língua ao comentar o caso.

“Se na Argentina algum boleiro fizesse o que Terry fez, estaria morto agora”, disparou o ex-corintiano.

Tevez, que disse que em seu bairro (La boca, em Buenos Aires) teriam arrancado as pernas de Terry, curiosamente, estranhou-se e trocou empurrões com o defensor do Chelsea na partida realizada entre as equipes no último final de semana.

“Ele me puxou pela camisa e nos estranhamos, nada mais”, amenizou Carlitos.

Leia mais sobre Copa do Mundo

Concorra a uma vaga na Copa

Sem mais artigos