Um grupo de soldados birmaneses em serviço na fronteira com a Tailândia confiscaram 23 búfalos de criadores de gado tailandeses para forçá-los a entregarem um televisor e uma antena parabólica para poderem assistir os jogos da Copa do Mundo da África do Sul.

Pa Pee, proprietário de dez dos 23 animais, explicou que os criadores receberam uma nota dos soldados birmaneses em 9 de junho requerendo sua presença no posto fronteiriço porque os animais tinham cruzado a fronteira e tinham sido confiscados.

A informação causou estranheza, já que seria a primeira vez que os búfalos cruzavam ao lado birmanês.

“Oferecemos dinheiro, mas rejeitaram. Assinalaram que queriam uma televisão, uma antena parabólica e um telefone celular para ver os jogos do Mundial de Futebol”, afirmou Pa Pee, segundo uma nota da Shan Herald Agency.

No mesmo dia, os soldados libertaram 20 búfalos após promessas dos donos, que garantiram que voltariam na manhã seguinte com o material requisitado.

A promessa foi cumprida. No dia 10, véspera da partida de abertura da Copa, o quartel recebeu uma televisão de 21 polegadas, uma antena parabólica e um telefone celular com créditos para ligações.

Soldados confiscam búfalos para trocar por TV para ver a Copa

Sem mais artigos