Fora das disputas das Olímpiadas de Inverno de Vancouver, quem garante a alegria dos jogos são os mascotes fofos que animam a torcida e são os bonecos de pelúcia mais procurados nas lojas de souvenir.

A tradição dos mascotes começou oficialmente em 1972, na Olimpíada de Munique, com o cachorrinho-salsicha chamado Waldi. Desde então toda cidade-sede procura em sua fauna algum bicho simpático que a represente e ajude a vitaminar o merchandising do evento esportivo.

Os simpáticos bichinhos de Vancouver são: Sumi (um espírito da floresta que é mistura de pássaro e urso), Quatchi (um pé-grande) e Miga (uma orca que se tornou urso).

Os três personagens foram criados pelo estúdio Meomi, formado por Vicki Wong e Michael Murphy. Ela de Vancouver e ele de Los Angeles. A dupla faz personagens e ilustrações para roupas e produtos promocionais, e já trabalharam para o Google e a Electronic Arts. O estúdio Meomi também produz uma série de livros infantis chamada The Octonauts e suas criações foram usadas até pela revista Rojo, publicação de Barcelona especializada em design.

No mundo fantásticos dos mascotes, essas são as características principais dos bichinhos:

Sumi: Gosta de esqui, voar sobre as montanhas e tomar chocolate quente

Miga: Prefere snowboard, comer salmão defumado e sonha executar uma manobra radical no halfpipe.

Quatchi: Adora fotografia e viagens. Sua cor predileta é o azul e gosta de provar todo tipo de comida.

Sem mais artigos