Parece que reclamar de arbitragem após uma derrota não é exclusividade dos brasileiros. O comandante do Universidade Católica, Marco Antonio Figueroa, em entrevista ao site “La Tercera”, disparou contra o juiz do jogo em que sua equipe foi derrotada pelo Flamengo, na estreia na Copa Libertadores.

“O árbitro compensou a expulsão deles e isso não nos favoreceu porque jogar com dez homens em um campo tão grande é impossível. Lamentavelmente, Amarilla meteu a mãozinha e ajudou o rival”, disse Figueroa.

O lance que se refere o juiz é a expulsão de Mirosevic aos 42 minutos da etapa inicial. Na ocasião, o time chileno jogava melhor e com um a mais, pois Williams havia sido excluído da partida aos três minutos. O jogador também se manifestou e se defendeu.

“Nunca quis pisá-lo. É uma pena porque estávamos em boa situação na partida”, completou Mirosevic, que acabou pisando em Toró após um chute ao gol flamenguista.

Sem mais artigos