Imagine uma rede social diferente de todas as outras, superior ao Facebook e ao Orkut, feita para “baxa um monte de negoço bota sua foto adiciona pessoa vai ser manero”. Não, leitores, o Virgula não está maluco. Essa é a proposta da novata Vila dos Computador.

Criada há pouco mais de duas semanas pelo designer Rafael Madeira, de 27 anos, o site nasceu após uma mensagem publicada dentro do blog Tolices do Orkut, dedicado a reunir as maiores asneiras da rede social do Google. No caso, um ingênuo garoto perguntava como poderia baixar em seu computador o serviço de blogs Blogspot. Pois é. Em seguida, ele jurava que um dia criaria uma  rede social revolucionária, a Vila dos Computador. Ela teria a descrição da aspas do primeiro parágrafo desse texto  e, segundo ele, serviria para lhe dar  “conceito” entre a mulherada, pois estava na seca há três meses.

“Criei a rede no dia  em que li a mensagem”, ri o maldoso Madeira; Para quem não sabe, ele é o autor das tirinhas Cersibon.

Vila dos Computador nasceu dentro do Ning uma plataforma online que permite criar redes sociais personalizadas. Com mais de mil usuários cadastrados desde então, a página virou um espaço livre para o besteirol, uma espécie de 4Chan tupiniquim.

 Os internautas montaram ali um clubinho fechado para publicarem inverdades, montagens, fotos e vídeos divertidos. O conteúdo é tão nonsense que as pessoas se presenteiam com fitas vermelhas para se protegerem da Aids! Na hora de escrever no chat ou no fórum, é regra não usar acentuações, assassinar o português e deixar o texto o mais surreal possível –  clara referência ao muso inspirador da brincadeira.  Resumindo? Vila dos Computador ganhou vida própria.

Vale ressaltar que a página não cresce em um ritmo alucinado. Em seus primeiros dias, Vila registrava 100 novos participantes por dia – sendo que todos sabiam do que ela se tratava. Agora o ritmo já é menor, mas existe nesses novos membros uma curiosidade inacreditável…

 “O mais legal é que muita gente que tem entrado ultimamente não sabe da piada e realmente acha que é uma rede social nova”, ri Madeira. “Já tem pessoal subindo foto, mostrando os músculos, fazendo caras e bocas pra câmera…  É a  ‘orkutização’ da Vila dos Computador”, diverte-se.

Sem mais artigos