Demitido recentemente do Olympiakos, da Grécia, e já planejando um possível retorno ao Flamengo, o técnico Zico foi convidado nesta quarta-feira pela Associação de Futebol do Japão, juntamente com Osim e Phillippe Troussier, para fazer parte de um grupo de embaixadores que ajudarão na candidatura do país para sediar as Copas de 2018 e 2022.

Além de Zico, um dos responsáveis pela popularização e profissionalização do futebol no Japão, Osim e Troussier, o técnico do Urawa Reds, Guido Buchward, e o atleta do Espanyol, Shunsuke, também participarão do apoio à candidatura japonesa, que tem Estados Unidos, Austrália, Inglaterra, Indonésia, Japão, México, Rússia, Catar, Coreia do Sul, Portugal/Espanha e Holanda/Bélgica como concorrentes a receber a Copa do Mundo de 2018 ou 2022.

Depois de hospedar o mundial de 2002 em conjunto com a Coreia do Sul, o Japão pretende receber a próxima edição do evento sozinho. O comitê executivo da Fifa vai se pronunciar em dezembro sobre as sedes.

Sem mais artigos