Pelo menos 12 pessoas foram picadas por abelhas nesta sexta-feira (19) depois de tentarem retirar uma colmeia do alto de uma casa em Bogotá, informaram os organismos de socorro.

Aldeões relataram à imprensa local que houve momentos de pânico quando os insetos entraram em um ônibus público, pelo que as pessoas tentaram abandonar o veículo em movimento.

O subdiretor operacional do Corpo de Bombeiros, tenente Mauricio Ayala, disse a jornalistas que aparentemente os insetos ficaram agressivos quando a colmeia estava sendo retirada.

As pessoas que tentavam fazer esse serviço não eram especialistas nesta classe de abelhas, que não são das chamadas africanas, e sim das comuns, normalmente menos agressivas.

A emergência obrigou as autoridades a fecharem várias ruas e a prestarem socorro a algumas pessoas no lugar, entre elas a uma mulher que desmaiou.

O diretor do Centro Regulador de Emergências, Luis Beleño, assinalou a jornalistas que cinco pessoas foram atendidas em hospitais próximos porque receberam várias picadas na cara, nos braços e na cabeça. 

Abelhas causam emergência em Bogotá

Sem mais artigos