Uma adolescente sobreviveu miraculosamente a um pulo da ponte Golden Gate Bridge, cartão postal de São Francisco, Califórnia, na última quinta (10). Ele foi resgatado por um surfista, que o levou até a praia.

O estudante colegial de 17 anos participava de uma excursão com sua escola quando pulou da torre sul da ponte. O boato que rolava entre as testemunhas era de que ele tinha quebrado a bacia e sofrido dano nos pulmões. Mas a escola do garoto desmentiu a informação, alegando que ele sofreu apenas escoriações.

Frederic Lecouturier, 55, estava surfando e viu o rapaz caindo. Ele teve certeza de que o jovem morreria com a queda – mais de 60 metros – e se espantou ao vê-lo chegar na superfície com vida. Ele tinha o porte físico de um lutador e cerca de 1,5m de altura, segundo Lecouturier. “Tinha um vento muito forte vindo do sul, acho que foi isso que interrompeu sua queda e o salvou”, disse ele.

Quando chegou à costa, o garoto disse para Lecouturier que só pulou “pela diversão”. O comentário entre seus colegas é de que ele queria se mostrar, uma vez que é novo na escola.

Das mais de 1.500 pessoas que estima-se que tenham pulado da ponte desde sua inauguração em 1939, as fatalidades aconteceram em 99% dos casos.

Sem mais artigos