Uma vaca e um touro acabam de se casar na Índia em uma cerimônia que custou quase 40 mil reais. Mais de cinco mil moradores apareceram para assistir o enlace entre a vaca sagrada Ganga e Prakash. A cerimônia hindu foi realizada perto de Indore, a maior cidade do estado de Madya Pradesh.

As núpcias foram organizadas pelo guardião de Ganga, Gopal Patwari, para salvar a colheita do estado de um desastre natural. “Calamidades naturais, como tempestades de granizo e chuvas fortes aconteceram em áreas próximas, destruindo plantações”, assinala ao Daily Mail. “Para evitar que isso aconteça em nossas aldeias, organizamos este casamento no conselho de Sadhus e homens santos. Isso deve manter a paz em nossa aldeia”, pontua Gopal.

A organização do casamento, que envolveu 25 pessoas, levou dois meses e custou a metade da média de um casamento britânico. Mais de 10 mil moradores de três aldeias foram convidados e incentivados a doar suas economias. A maioria é de agricultores que cultivam trigo, cevada, feijão e algodão e que dependem fortemente de uma boa colheita para sobreviver. Não foi nenhuma surpresa quando mais de cinco mil chegaram em massa na segunda-feira, dia 14 de abril, para testemunhar as bodas.

A noiva, considerado sagrada na religião hindu, chegou cedo, toda pintada com corantes e vestida com um sari vermelho feito por encomenda. Além disso, usava joias e uma guirlanda. Prakash parecia igualmente impressionante quando apareceu envolto em um casaco sherwani multicolorido e turbante laranja.

A cerimônia começou com Gopal conduzindo Ganga antes de um sacerdote Sadhu realizar todos os rituais tradicionais. Em torno de um fogo sagrado, o casamento foi confirmado. Foram horas de festa e dança. “Eu estou feliz. As pessoas ao meu redor estão felizes. Todo mundo está feliz”, comemora Gopal.

“De agora em diante, esperamos que Ganga e Prakash levem uma vida feliz juntos, como um homem e sua esposa. Esperamos que os hindus da nossa aldeia preservem a religião. Queremos mais casamentos como esse no futuro”, destaca o guardião.

Sem mais artigos