Um homem que assassinou dois vizinhos em Dossengheim, no sudoeste da Alemanha, teve essa atitude por conta das altas despesas de comunidade que tinha que pagar por seu apartamento e pelas quais os outros proprietários o responsabilizavam.

A confirmação foi feita nesta quarta-feira (21) pela promotoria de Heidelberg, encarregada do caso, em entrevista coletiva sobre o fato que tirou a vida, na noite de terça-feira, de um homem de 82 anos e outro de 54 anos.

O assassino, de 71 anos, praticava tiro ao alvo e matou as vítimas durante a reunião de condomínio.

A ataque também deixou outros cinco feridos, entre os quais está a esposa do assassino, que até ontem não tinha nenhum problema com a Justiça.

Durante a reunião de condomínio aconteceu uma discussão e o administrador do edifício pediu que o homem deixasse a assembleia.

No entanto, o mesmo retornou armado e matou dois vizinhos, acusando-os de fraudá-los, e depois se suicidou com um tiro na têmpora.

Sem mais artigos