Ex-presidente do Corinthians e diretor de seleções da CBF, lançando o livro “O Mais Louco do Bando”.

LIVRO

Emilio: Esse livro é a sua história, sua história no Corinthians?
Andres: Infelizmente vocês passam por isso todo dia, nesse país te julgam sem saber quem você é. Então procurei fazer um livro contando a minha história, um pouco do Corinthians e de uma forma bem leve, para as pessoas saberem de onde eu vim, quem eu sou e para onde eu vou.
Emilio: Mas por que você fala isso? Pegam muito no seu pé?
Andres: Não é que pegam no meu pé. É que se você erra ou faz alguma coisa errado é criticado, mas como diretor da CBF ou presidente do Corinthians, não buscando coisas pessoais da sua vida…
Bola: Mas a turma mistura, não tem jeito.
Andres: Mas isso eu acho uma sacanagem.

CORINTHIANS

Emilio: Todos os times são contra o Corinthians, você sabe disso.
Andres: Por isso que eu digo que é a maior torcida do Brasil.
Emilio: Sim, exatamente.
Bola: Tem alguém a favor do Palmeiras por acaso?
Emilio: Eu sou santista, mas passei a admirar a torcida do Corinthians com os meus filhos no estádio, porque eles eram corintianos…
Andres: Eram não!
Emilio: São corintianos desde pequenos, colocam o São Jorge na camisa, rezam antes do jogo. Você vê a torcida e acabam respeitando.
Andres: Corintiano é um pouco diferente dos outros, até por vir de cinco trabalhadores, é um time sofrido.

SELEÇÃO

Beto Saad: O Dunga ganhou quase tudo pelo Brasil e perdeu a Copa. Devemos encarar o torneio mundial de uma forma diferenciada?
Andres: Lógico. Você faz tudo errado e ganha, você é um herói. Se você faz tudo certo e perde, você é um incompetente. Futebol é resultado.
Beto Saad: A vida é resultado.
Andres: Não, futebol mais do que tudo. É óbvio que queremos ganhar a Copa das Confederações, mas precisamos disputá-la como preparação para a Copa, já que não jogamos as Eliminatórias. Aí fica mais complicado em formar a tal da família e união de grupo.
Carioca: Formar um time, né?
Andres: O time tá formado, 80%, 90% dele é o que vai disputar a Copa do Mundo.

Sem mais artigos