Lori Nix passou semanas construindo maquetes incríveis do que seriam os dias após o apocalipse. O artista do Brooklyn, em NY, montou os “cenários” do tamanho de casas de bonecas e cada quarto de seu apartamento é dedicado a uma fase do processo de construção do projeto. 

 

Segundo ele, são produzidas cerca de três novas imagens por ano e a fascinação pelo “fim do mundo” pode ser explicada por ele ter crescido nos EUA nos anos 1970. “Cresci na década de 70, quando o cinema catástrofe estava no seu apogeu com filmes como Planeta dos Macacos, Poseidon e outros. Esses filmes tiveram um impacto profundo em minha visão de mundo”, explicou ele ao “Daily Mail“. 

Além dessa inspiração no cinema, Lori conta que sua infância no Kansas também ajudou nesse processo, por se tratar de um local onde as condições meteorológicas são extremas. “Passei por tornados, inundações nevascas e infestações de insetos. Isso me levou a explorar as noções de perigo e desastre”, lembrou. 

O projeto começou em 2005 e não tem data para terminar. Suas obras estão sendo expostas em uma galeria de arte em Toronto, no Canadá

Veja fotos clicando na imagem do alto da página. 

Sem mais artigos