Para os repórteres do Virgula Inacreditável, que não conseguem fazer uma pilha de livros na mesa da redação sem derrubá-la, ficou deveras impressionado com as habilidades de Michael Grab. O cara desafia a gravidade fazendo torres de pedra impossíveis, como você pode ver na galeria de fotos aqui em cima.

Para Grab, empilhar pedras é um “ritual terapêutico”. “Por meio da manipulação de fios gravitacionais, pedras anciãs se tornam uma dança poética de forma e energia, nascimento e morte, perfeição e imperfeição”, diz sua página no Facebook.

O artista afirma que, para empilhar pedras, é necessário “conhecer” as pedras com as quais trabalha.

Sem mais artigos