Ele não é mais criança, mas ainda gosta bastante de brincar com fogo. O fotógrafo Stanislav Aristov, de 30 anos, faz pequenas peças de arte com palitos de fósforo, fogo e fumaça. Com uma lente macro (usada para fazer fotos bem de perto, mostrando detalhes) e flashes de estúdio, o fotógrafo russo consegue produzir essas incríveis imagens. 

“Eu comecei a fazer esse tipo de arte por acidente. Estava brincando com uma caixa de fósforos, enquanto estava decidindo o que fotografar para uma competição”, explicou o artista ao “Daily Mail”.

Além de produzir fotos bem interessantes, Stanislav ainda acredita que há uma “filosofia” escondida por traz de sua arte. “A parte queimada representa o passado, a fumaça são as memórias deixadas, a parte intocada dos palitos é o futuro e o fogo é a vida”, conclui. 

Veja as pequenas esculturas no álbum acima.

Sem mais artigos