Já ouviu falar do The Dark Side of The Rainbow? Pois é uma das coisas mais bacanas que o ser humano já descobriu por acidente. Trata-se do efeito criado quando você coloca para tocar, ao mesmo tempo, o disco The Dark Side of the Moon, da banda britânica Pink Floyd, e o filme O Mágico de Oz (o da foto acima), de Victor Fleming. As músicas do LP e as cenas do filme parecem estar em perfeita sincronia, o que levou muita gente a acreditar que a coincidência era, na verdade, deliberada (teorias das conspiração etc.).

Há alguns vídeos na internet que, quando tocados simultaneamente, causam efeitos bem interessantes, à la The Dark Side of The Rainbow. O Virgula Inacreditável caçou quatro deles e posta aqui embaixo. Dá uma olhada:

1- Miles Davis, lenda do trompete, faz umas sessão de improviso com a banda indie LCD Soundsystem quando você toca esses dois vídeos (aperte o “play” no vídeo de Miles quando o vídeo do LCD Soundsystem estiver em 30 s):

2- A professora Ester recitou a tabuada (em espanhol) e virou hit na net quando seu vídeo foi tocado simultaneamente com uma base de rap do Dr. Dre:

3- O discurso de Charles Chaplin no fim de O Grande Ditador parece ainda mais épico com a trilha sonora do filme A Origem. Ambos têm o mesmo ritmo crescente:

4- O tom espacial da música Echoes, do Pink Floyd, casa perfeitamente com esta cena do filme 2001: Uma Odisseia no Espaço, de Stanley Kubrick:

Por fim, dá uma olhada neste link. Toque os vídeos (alguns ou todos) em qualquer ordem, começando a qualquer momento. É coisa louca, viu.

Sem mais artigos