Rodrigo Alves, 30, já torrou uma boa quantia de dinheiro em 12 operações desde os 20 anos. Mas a busca de Rodrigo para a perfeição quase lhe custou a vida , em janeiro deste ano, quando um médico brasileiro injetou um gel em seus braços para fazê-los parecer mais musculosos.

O comissário de bordo foi contraiu uma grande infecção que o deixou paralisado e incapaz de alimentar-se ou lavar-se.

Rodrigo, que vive em Londres , disse ao Mirror: “No segundo dia, eu fiquei paralisado em ambos os braços. Eu estava contando com a minha família para cuidar de mim. Eu chorava todos os dias, eu estava extremamente deprimido, foi muito chocante. Eu apenas tinha vontade de orar e chorar.”

“Quase chegou ao estágio de cortar o braço fora. Os médicos disseram que se as bactérias tivessem ido para o meu coração eu teria morrido.” 

Depois de três semanas no hospital , com o apoio de amigos e familiares , Rodrigo se recuperou e voltou para o Reino Unido .

Abalado pela sua provação , ele começou a a se consultar com um terapeuta que lhe diagnosticou com dismorfia corporal – uma obsessão doentia com a sua aparência.

Rodrigo teve 12 grandes operações , oito pequenos procedimentos estéticos e gastou mais de 106 mil euros.

Sua longa lista de cirurgia inclui  8 mil euros em botox e preenchimentos, 30 mil em três nasoplastias, 3 mil em lipoaspiração para a mandíbula e 10 mil em implantes.

Duas vezes ao ano ele aplica botox e diariamente toma um coquetel de comprimidos que consistem em comprimidos de colágeno e comprimidos de crescimento de cabelo.

Rodrigo disse que “admira” o namorado da Barbie, Ken – porque o brinquedo se parece com o “homem ideal”.

Ele disse: “Com Ken tudo é exatamente no lugar certo , com as costas , bíceps , seu queixo. Então, é claro que eu gostaria de se parecer com ele. Ele é perfeito!”

Rodrigo decidiu entrar na faca, pela primeira vez, em 2004, depois de lutar contra o peso desde criança.

Ele diz: ” Eu nunca me senti confortável na minha própria pele. Quando eu era pequeno meus colegas e minha família sempre brincavam com meu nariz. Eles diziam que era o maior nariz que já tinham visto. “

À medida que envelhecia , Rodrigo percebeu que ele não tinha que aturar sua aparência – e fez a sua primeira operação quando se mudou para Londres . “Eu odiava meu nariz tanto e quando o inchaço diminuiu fiquei muito feliz com os resultados. A partir daquele momento eu era viciado.”

Depois que ele quase perdeu a vida no Brasil em Janeiro, Rodrigo disse: “Eu me perguntei por que eu estava fazendo isso comigo mesmo. Eu estava ficando louco.”

Porém, Rodrigo não descarta continuar com suas cirurgias.

Sem mais artigos