Para angariar fundos e promover a educação aos imigrantes de baixa renda de Nova York, os taxistas da cidade resolveram criar uma folhinha. Até ai, nada de errado, certo?

O inusitado, no entanto, foram os modelos e situações escolhidas para estampar o calendário; taxistas de verdade, com barriga saliente e peito peludo, fazendo a barba, comendo fast food e aproveitando um pique nique no táxi.

O calendário custa o equivalente a R$ 37 reais. Será que vai vender muito?

Sem mais artigos