Reprodução/Facebook/Alex Diede

Histórias como a de Devin e Alex Diede só comprovam que “o cão é o melhor amigo do ser humano”.

O casal realizou uma trilha no estado de Washington, na última sexta-feira (31), na companhia do pet Bear, de 11 anos. Só que o cachorro da família arriscou a própria vida para evitar que a dona fosse picada por uma cascavel.

Os tutores não notaram a presença do réptil até Bear se colocar na frente de Alex e alertá-la. “Alex teria pisado na cobra e sido mordida se Bear não tivesse tomado a mordida por ela”, contou Devin ao jornal KEVN.

Logo após o incidente, o casal não notou que o cão estava ferido, pois a cobra não fez nenhum movimento brusco e Bear também não chorou ou pulou. Eles perceberam as consequências pouco tempo depois, quando o cachorro começou a mancar, então foram direto para o veterinário.

Para chegarem até o carro, os donos ainda precisaram percorrer 3 quilômetros a pé, com Bear no colo. Ao todo, demoraram 1h30 para conseguirem ajuda veterinária. Ao chegarem na clínica, o cão já estava imobilizado e não conseguia mais andar.

Bear levou uma mordida perto do ombro. Mesmo com a idade avançada, ele conseguiu se recuperar e, após 24 horas no veterinário, teve alta e passa bem.

Reprodução/Facebook/Alex Diede

Sem mais artigos